D

Dra. Rosemary Aparecida Rutkowski Soler

Fisioterapeuta, Acupunturista e Terapeuta Holística

c

CONHEÇA A CONPAFIS

A CONPAFIS - Consultoria em Novos Paradigmas em Fisioterapia e Saúde foi criada por Rosemary Soler, fisioterapeuta neuropediatra, acupunturista e terapeuta holística, para oferecer a seus pacientes um serviço especializado, personalizado e integral.

Todo e qualquer atendimento realizado visa a reabilitação do ser humano como um todo, unindo as técnicas da fisioterapia com o conhecimento holístico de várias terapias complementares.

OBJETIVO DO BLOG

Este Blog foi criado para apresentar os SERVIÇOS OFERECIDOS pela CONPAFIS e, ao mesmo tempo, promover discussões sobre temas que envolvam a CURA INTEGRAL do ser humano. Por isso, sua opinião é muito importante! Aguardamos seus comentários. Até a próxima postagem!

quinta-feira, 22 de março de 2012

40 - O PODER DAS TOXINAS PSÍQUICAS


Compartilho abaixo trecho de um capítulo que aborda os 5 princípios do Reiki e discute a importância de cuidarmos de nossos pensamentos, se não quisermos ficar doentes. 
Boa leitura!

Os micróbios, os vírus e os germens responsáveis por muitos tipos de doenças conhecidas existem no corpo humano desde o nas­cimento em quantidades inofensivas, que não causam incômodos. Em cotas mínimas, são pacíficos e incapazes de romper as defesas psicofísicas e só se multiplicam quando encontram alimento oculto ou terreno enfermiço favorável à proliferação. Lutam, então, pelo direito à vida e à procriação. Cada tipo de germe, limitado a sua quantidade teto, só se prolifera perigosamente depois que recebe o seu alimento predileto e mórbido (miasmas), baixado da aura, após ser criado pelo psiquismo humano. Quando proliferam além de suas cotas mínimas ou de uma quantidade teto que o corpo físico possa suportar sem adoecer geram as doenças. Os micróbios acompanham, mas não causam as doenças. Na verdade, o que existem são os doentes e não as doenças, que variam em intensidade de doente para doente, dependendo do temperamento, do comportamento e das reações emotivas. As enfermidades têm origem na mente, salvo quan­do são oriundas de acidentes ou de deficiências congênitas.



... a causa originária da maioria das enfermidades que afligem a humanidade está afeta a uma origem geralmente mental e emocional e que a recuperação de muitas en­fermidades depende da mudança comportamental dos doentes, de uma higiene mental e não apenas do consumo de produtos ou remé­dios dos laboratórios farmacêuticos.



Todos os estados mentais se reproduzem. O Universo nada mais é do que uma grande máquina copiadora que reproduz nossos pensamentos. Devemos mudar nossos pensamentos em relação à vida para que ela melhore. Cada pensamento que temos cria nosso futuro. Não só os pensamentos, mas também as palavras e as ações são criativas. O ser humano nasceu com o poder criativo do Univer­so na ponta de sua língua (palavra). O que pensamos e falamos sem­pre nos acompanha. Cada um de nós produz suas próprias experiên­cias pelos pensamentos e palavras que expressa.

... Os pensamentos negativos geram emoções inferiores tais como ódio, raiva, vingança, ciúme, inveja, orgulho e egoísmo. As emoções inferiores são como a lenha vegetal que, após queimada, sempre deixa um resíduo de cinzas de magnetismo tóxico que adere à aura e precisa ser limpo ou expurgado através do corpo físico. O corpo humano é uma espécie de fio terra que descarrega os fluidos tóxicos que aderem ao campo áurico. Funciona como uma espécie de mata-borrão vivo, que absorve esses fluidos venenosos. Estes fluidos irri­tantes, grosseiros, densos e hostis são transferidos para o primeiro corpo áurico, o duplo etérico, que funciona como uma válvula de escape para o expurgo destes resíduos nocivos. Do duplo etérico, os resíduos são transferidos para o corpo físico, que funciona como um depósito de lixo (miasmas tóxicos drenados da aura, que ofendem o corpo físico). Estas toxinas psíquicas, durante a purificação áurica, convergem para os tecidos, órgãos ou regiões do corpo, produzindo enfermidades de acordo com a resistência biológica, tipo orgânico e natureza hereditária de cada um. Afetam a região do corpo mais debilitada, condensam-se e alojam-se onde encontram receptividade, seja no fígado, estômago, pulmão, rins, ossos, baço, intestino, pâncreas, sistema linfático, sangüíneo ou endócrino. É muito comum, tam­bém, manifestarem-se através de problemas de pele, eczemas etc. As enfermidades que atormentam as pessoas durante o processo dessa limpeza psíquica não são, na verdade, um castigo determinado por Deus, mas o resultado da reação natural do corpo físico afetado pelas energias nocivas geradas pela própria pessoa. Trata-se de um expurgo saneador útil à alma enferma.

Quantas pessoas, depois que se aborrecem, são vítimas de graves urticárias ou manifestações eczemáticas? A pele humana funciona como uma tela viva, refletin­do para o exterior nossas condições íntimas. Quando os órgãos de filtragem, como os rins, recusam as toxinas psíquicas, estas acabam sendo expelidas pelas partes mais vulneráveis da pele, muitas vezes no couro cabeludo, que é uma região propícia a infecções eczemáticas. Esses fluidos acabam servindo de alimento aos agentes patogênicos atraídos para locais infeccionados. Os eczemas ou os cobreiros têm sua causa principal nos maus fluidos produzidos pela desarmonia mental e emocional do próprio enfermo e são, em geral, de difícil tratamento pelos métodos tradicionais. Muitos médicos orientais, fa­miliarizados com estes ensinamentos, já conseguem identificar as causas dos problemas de pele de seus pacientes. Em geral, são a cólera ou a violência mental ou emotiva. O conflito é a causa princi­pal das doenças e da infelicidade. Os gregos há milênios, já prega­vam o conceito "alma sã, corpo são". Advertiam que a saúde do corpo físico depende da saúde da alma. Somos uma trindade forma­da por corpo, mente e alma.

O maior pecado do ser humano é ignorar suas forças interio­res, seus poderes criadores e sua herança divina. A solução para eliminar muitas disfunções e obter a saúde é sanear a alma pela reforma íntima, a fim de evitar os venenos psíquicos. É então reco­mendado aos doentes buscarem a harmonia psíquica. Precisamos amar para não adoecer. As pessoas infelizes adoecem e envelhe­cem cedo. A tristeza é a ferrugem da alma. Não há cosmético para a beleza que se compare à felicidade. Ser feliz é ser sábio. A sabe­doria não é outra coisa senão felicidade. Um coração alegre faz um rosto bonito. A alegria é um medicamento divino. A alegria de viver é a oração mais feliz de todas. Estar alegre é a maneira de resolver muitos dos problemas da vida. Toda alegria é ganho, mesmo que pequeno.

Diversos líderes espirituais já disseram às pessoas que o caminho da saúde, da paz e da fraternidade dependem do uso das virtudes do amor, humildade, tolerância, paci­ência, bondade e resignação.

Reikiano, nunca esqueça: as enfermidades se alimentam do combustível gerado pelas emoções inferiores do próprio doente. Es­sas infecções, muitas vezes, cedem ou desaparecem sob o impacto da energia Reiki, que dispersa os fluidos negativos concentrados nas partes afetadas, entretanto, a pessoa só evitará recaídas saneando a alma, modificando seu comportamento mental e emocional. A vida é um projeto de você mesmo. Seus pensamentos criam a sua realida­de. O método Reiki, modificando nossos pensamentos, resgata nos­sa condição natural de felicidade.

.....
Fonte: Livro: REIKI - Sistema Tradicional Japonês - Capítulo 3: Os Cinco Princípios do Reiki, pág. 85-89. Autor: Johnny De' Carli, Editora Madras.


Um comentário:

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...